Torre de Punhete. (Constância)

quinta-feira, 28 de junho de 2012

Esta fotografia mostra a Torre de Punhete em ruínas, observando-se ainda uma janela e frisos com alguns elementos decorativos. A sua destruição iniciou-se em Junho de 1905 terminando em Setembro de 1906, por ordem da Câmara Municipal.

Constância situa-se do local de confluência do rio Tejo e do rio Zêzere, presumindo-se que já existia no ano 100 A.C., tendo sido ocupada por iberos, romanos, godos e árabes. Em 1150 é reconquistada e o Mestre da Ordem do Templo, Gualdim Pais, manda reconstruir o castelo que então existe em 1152. No século XVI, este castro está na posse da família Sande, os senhores de Punhete (nome antigo de Constância), que o mandam refazer, desta vez alterando as fachadas e mantendo a torre. O castelo fica assim com o aspecto de um palácio quinhentista. Mais tarde, no século XIX, já só existem as ruínas da torre e do palácio. por volta de 1905 é definitivamente demolido por ordem da Câmara Municipal.

Fonte parcial:
Arquivo Municipal de Constância

0 comments

Publicar um comentário