Largo do Laranjal / Praça da Trindade. (Porto)

terça-feira, 10 de julho de 2012

Clique na imagem para a ampliar
Uma vista de outros tempos do Largo do Laranjal, actualmente designado por Praça da Trindade, obtida num ângulo em que podemos ver um conjunto de antigos edifícios, há muito desaparecidos no local aproximado onde se encontra o colossal prédio que durante anos foi conhecido por "Palácio dos Correios".
Repare-se que nesta imagem ainda não existia o chafariz central. A fonte, existiu de início mais abaixo, sendo uma fonte plana, para a qual se descia por degraus em granito abertos no próprio pavimento e era abastecida pelo manancial de Camões que passava pelo Largo do Laranjal. Era conhecida por «fonte do Olho do Cu».
 Citando:
“No alto do Laranjal, quase à entrada da demolida Viela do Cirne, houve outrora uma fonte conhecida pelo burlesco chamadoiro de Fonte do Olho do C…, cujo acesso, por ficar em nível inferior da rua era feito por alguns degraus de pedra. No fundo, via-se a bica a deitar água para uma pequena pia e dela se abasteciam os moradores de vizinhança. Em meados do Séc. XIX, contudo, desta fonte já não se lobrigavam vestígios".
Para que o povo perdesse o hábito de tão bonito nome, a Câmara transformou-a num chafariz, em 1854 com elementos provenientes do antigo chafariz do Largo de S. Domingos. Mas desse chafariz, falamos numa outra publicação mais específica.
Também não existia edifício dos Paços do Concelho que, tendo sido inaugurado em 1957, andava já em construção desde 1919.
Largo do Laranjal e Cancela Velha in AMP

Porto - Egreja da Trindade I. Newton / A.«O Occidente», 9, 1886, p. 252 
«Segundo uma photographia de E. Biel».

Na gravura de cima, baseada num cliché de Emílio Biel, vemos o Largo do Laranjal num ângulo obtido do local onde hoje se situa a fachada traseira da Câmara Municipal do Porto. Repare-se no conjunto de casas que existia (esquerda na imagem) no local que mais tarde passou a ser conhecido por "Pedreira da Trindade" e que actualmente é um edifício de grandes dimensões.
Rua de Cima do Muro da Trindade antes e depois do alargamento - in Tripeiro
Demolições do casario na Rua de Cima do Muro da Trindade 
A célebre "Pedreira da Trindade"que se manteve por décadas
Derrube do casario para alargamento da via, que originou aquilo que por muitos anos foi chamada a "Pedreira da Trindade", bem ou mal essa "ferida" no coração da cidade foi finalmente preenchida pelo edifício que actualmente lá se encontra.
Rua do Laranjal, vendo-se a igreja da Trindade, c. 1900. Alvão
A Rua do Laranjal foi demolida durante a abertura da Avenida dos Aliados, para dar lugar à mesma e criar-se espaço para a zona ocupada pela actual Câmara Municipal do Porto.


Imagens: 
- Arquivos Alvão
- Tripeiro
- AMP

0 comments

Enviar um comentário