Teatro do Príncipe Real ou Teatro Apolo. (Lisboa)

segunda-feira, 3 de setembro de 2012

Teatro Apolo pertencente a Francisco Viana Ruas, foi Inaugurado em 1866. Originalmente chamou-se Teatro do Príncipe Real, em homenagem ao futuro rei D. Carlos. Sendo a sua localização na esquina das ruas da Palma e Mouraria em Lisboa, Dois pobres e uma porta”, em 3 actos e, “Muito padece quem ama” são as comédias apresentadas na inauguração. Depois de 1910, o regime Republicano rebaptizou-o de Teatro Apolo“Agulha em Palheiro” seria a primeira revista original após a instauração da República, em 1911. Apesar do seu sucesso o edifício seria demolido em 1957.
Clique nas imagens para as ampliar
Fotografia sem data. Produzida durante a actividade do Estúdio Horácio Novais, 1930-1980
Postal. 1289, S. R. Lisboa, [c. 1910]. 
Teatro Apolo (anos 50?). Cliché de autor desconhecido

Imagens:
Estúdio Horácio Novais
- BPI (digitalização)
- Autor desconhecido

2 comentários

MPRA disse...

Ficava onde hoje se encontra a praça de D. Martim Moniz, Lisboa. Foram os desastrosos trabalhos urbanísticos levados a cabo naquela área da cidade durante os anos 50 que levaram a zona a tornar-se no "buraco" que é actualmente.

3 de setembro de 2012 às 15:20
Mag. disse...

Ainda bem,senão a zona seria como o restante bairro umas ruelas apertadas e mal cheirosas.

23 de janeiro de 2017 às 21:42

Publicar um comentário