Solar dos Duques de Lafões. (Porto)

sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Clique na imagem para a ampliar
Já falamos aqui anteriormente das demolições do casario na zona envolvente à Sé do Porto. Este Solar situava-se no Largo do Corpo da Guarda, pertenceu à família dos Condes de Miranda, Marqueses de Arronches e Duques da Lafões. “Pertenceu ao 1º. Duque de Lafões D. Pedro, filho de um filho ilegítimo de D. Pedro II, que este perfilhou, nascido em 10/1/1718 e falecido em 1761” - Horácio Marçal em O Tripeiro, Série VI, Ano IX.
Largo do Corpo da Guarda, na década de 30, vemos a Sé do Porto em segundo plano
Cliché obtido antes do derrube do casario, para a abertura da Avenida da Ponte 
Na direita da imagem, vemos a casa dos Duques de Lafões
Solar dos Duque de Lafões - Largo do Corpo da Guarda
Vista aérea da Torre dos Clérigos e zona envolvente à Estação de S. Bento. Na direita da imagem, após a Estação, é visível a Rua do Corpo da Guarda e todo o casario que seria derrubado para a abertura da futura "Avenida da Ponte". Notamos também ainda a existência do demolido Solar dos Duques de Lafões
O primeiro teatro da cidade Invicta foi construído justamente nas cavalariças do Solar dos Duques de Lafões e inaugurado em 15 Agosto de 1760 (outros citam a data como sendo 15 de Maio de 1762). O Teatro teria sido desenhado por João Glama Stroeberle.

Fontes:
- AMP
- CMP
- BNP

0 comments

Enviar um comentário