O Morro de Gaia e as portagens da Ponte Luís I. (Porto/V.N.Gaia)

segunda-feira, 6 de maio de 2013

Vista parcial do Douro e de Vila Nova de Gaia. Vemos sobre o rio a desaparecida Ponte D. Maria II, ou Ponte Pênsil. Em destaque, no horizonte da imagem, vemos o Mosteiro da Serra do Pilar, à volta do qual se erguia o "Morro de Gaia"
Prova actual em papel salgado, a partir de um calótipo de Frederick William Flower c. 1850
A Ponte Luís I, inaugurada a 31 de Outubro de 1886, e que une Porto e Gaia, possuí (ao contrário da sua antecessora) um tabuleiro a uma cota  (bastante) superior, o que levou inevitavelmente à abertura, na margem de Vila Nova de Gaia, de uma nova via de acesso. No entanto, a existência no local do morro da Serra do Pilar impossibilitou que fosse imediatamente aberta a actual avenida.
A via começou por contornar o morro, após o que seguia um trajecto rectilíneo até à actual Rua de Luís de Camões, na época estrada de ligação a Oliveira de Azeméis
 Término do tabuleiro da Ponte Luís I, sendo visível ainda parte do "Morro de Gaia"
Ponte Luís I em 1914
Tabuleiro superior da Ponte Luís I. Vemos parte do Morro de Gaia. BPI - Editor - Grandes Armazéns Hermínios, 1910
A instalação da linha do eléctrico, em 1905, a partir do Porto, levou à abertura de uma passagem em pleno morro da Serra do Pilar, alinhada com o traçado da via que seguia para sul, na época designada Avenida de Campos Henriques. No entanto, a metade oeste do morro só seria completamente arrasada em 1927, construindo-se no seu lugar o Jardim do Morro.
Local ocupado pelo actual jardim do Morro, em Vila Nova de Gaia, à saída do tabuleiro superior da Ponte Luís I, sendo perceptível a linha do eléctrico, c. 1910
A fotografia de baixo (virada a Sul) é de 1923. Vemos à direita da mesma, o espaço actualmente ocupado pelo Jardim do Morro
Em 1923 foi rasgada uma nesga no morro granítico para permitir a passagem do eléctrico, de pessoas a pé e de carros de bois
Vista parcial do Mosteiro da Serra do Pilar e Morro envolvente
O casario visível na imagem, foi demolido quando das obras de abertura da, actualmente designada, Avenida da Republica e seu acesso ao tabuleiro superior da Ponte Luís I, bem como para permitir a subida de acesso ao Mosteiro
Serra do Pilar, vista do Estaleiro Rei Ramiro, por volta de 1880
«Egreja da Serra do pilar» - O Mosteiro ainda em ruínas, antes da recuperação
Mosteiro da Serra do Pilar visto do Porto
 Mais pormenor, num cliché idêntico
O Jardim do Morro
 
Ponte Luís I - Uma obra notável de engenharia
Ponte Luís I - Vista parcial do Porto
Eléctrico na entrada do tabuleiro superior da ponte Luís I em 1912 
Como algumas pessoas saberão, em 01 de Novembro de 1886, entraria em vigor o sistema de portagens a favor da empresa adjudicatária, cujo término só surgira durante o Estado Novo, no ano de 1944.
A Ponte Luís I em 1903, onde são evidentes os demolidos postos de cobrança
Ponte Luís I com portagens 
Na imagem de baixo, vemos exactamente a demolição de um posto de cobrança de portagens, junto ao tabuleiro superior da ponte Luís I, na margem da cidade do Porto, no ano de 1944.
Vista geral do Porto, a partir da Serra do Pilar. Fotografia sem data
Produzida durante a actividade do Estúdio Mário Novais (1933-1983)

Imagens:
Frederick William Flower 
- Emílio Biel
- BPI - Editor - Grandes Armazéns Hermínios
- Aurélio da Paz dos Reis
- Alvão
- BMP
- Arquivos SIPA
- Phot.ª Guedes
- Mário Novais

0 comments

Enviar um comentário