Palácio da Batalha. (Porto)

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Clique na imagem para a ampliar
Palácio da Batalha. Edifício dos correios em 1905
No lado oriental da praça da Batalha, no coração da cidade do Porto, podemos ver um palacete brasonado mandado construir nos fins do século XVIII por José Anastácio da Silva da Fonseca, cavaleiro da Casa Real.
Na altura do Cerco do Porto os proprietários pró-miguelistas abandonaram o palacete, o que fez com que o governo liberal lá se instalasse, usando-o para várias instituições públicas e hospital de sangue. Foi aqui que Bernardo de Sá Nogueira, mais tarde Marquês de Sá da Bandeira, foi internado após ter sido gravemente ferido, acabando-se por lhe amputar o braço direito ferido. Em 1842, foi restituído aos antigos donos e, em 1861, quando a câmara mandou terraplanar o largo, o palácio ficou cerca de um metro mais alto que o pavimento da praça.
Palácio da Batalha ou Palácio dos Guedes
A câmara deu ao proprietário 800 mil réis de indemnização, dinheiro usado para rebaixar o pavimento do palácio. Estação central dos Correios, Telégrafos e Telefones ao longo de grande parte do século XX, em 2009 o edifício foi vendido ao grupo hoteleiro Hotel Dona Inês que actualmente se encontra a elaborar profundas obras neste edifício para o transformar em mais um hotel de luxo.
Aditamento (Março de 2015): O actual Hotel pode ser visualizado, clicando aqui.

Imagens:
-  Phot.ª Guedes
- AMP

0 comments

Enviar um comentário