O Natal do Sinaleiro.

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

Como muitos o saberão, já abordamos este assunto várias vezes ao longo dos anos, na nossa página de divulgação do blogue, existente no "facebook". 
Achamos presentemente que o assunto tem interesse suficiente, para integrar uma publicação no próprio blogue.
Natal do Sinaleiro em Lisboa. 24-12-1935. Imagem in ANTT
O Sinaleiro (ou Polícia-Sinaleiro) foi uma profissão relevante, que com o evoluir da tecnologia desapareceu (ficaram os semáforos) e muito recentemente foi ligeiramente reabilitada, mas acreditamos, que apenas como uma espécie de "figura decorativa" ou evocativa de uma realidade passada.
Foi um hábito fazer ofertas de Natal a Polícias-Sinaleiro, principalmente em Lisboa. 
Tal atitude foi muito promovida pelo próprio ACP na década de 30 do séc. XX. De facto o Automóvel Clube de Portugal lançou nos anos 30, com o apoio de algumas empresas, uma campanha nacional intitulada "Natal do Sinaleiro", que se tornou muito popular nas décadas seguintes, com o apoio do Jornal "Diário de Notícias" e de o Jornal "O Século". As ofertas dos cidadãos eram de todo o tipo: Garrafas de azeite, porcos, bacalhaus, garrafões de vinho, sacos de batatas, etc. 
Natal do Sinaleiro em frente dos armazéns do Chiado 
Imagem: Arquivo Nacional da Torre do Tombo
Natal do Sinaleiro. Promovido pelo ACP. Cais do Sodré

1 comment

João Menéres disse...

Não sabia desse hábito...

10 de dezembro de 2015 às 00:27

Enviar um comentário