Restaurante "A Regaleira". (Porto)

sábado, 28 de novembro de 2020

 Rua do Bonjardim, durantes as obras de benefiação, destacando-se as tabuletas, da empresa representante das máquinas de escrever "Underwood", Carlos Dunker; da Tinturaria Portuguesa; do Restaurante Bonifácio e da Barbearia Gonçalves. Vemos o restaurante A Regaleira, na esquerda da imagem. Cliché: Barreiros, Guilherme Bonfim (1894-1973), c.1939 in AHMP

O restaurante "A Regaleira" abriu as suas portas em 1934 e foi gerido ao longo das décadas sempre pela mesma família. Este restaurante entrou inclusive na lista de estabelecimentos classificados como "Porto de Tradição", criada pela autarquia (CMP) no intuito de proteger os negócios mais antigos sobretudo da pressão imobiliária, mas nem isso evitaria o fecho da casa, assim como o despedimento dos 12 funcionários em 2018.
A REGALEIRA. In guiadosrestaurantes.pt
Seria na Regaleira, em 1952, que Daniel David Silva, emigrante regressado da França e da Bélgica, criaria a famosa francesinha com base na tosta francesa, ou croque-monsieur, acrescentando-lhe um molho de cobertura, o "segredo" do petisco.
"A Regaleira", c.1939. Pormenor do cliché

0 comments

Publicar um comentário