Tollan. (Tejo - Lisboa)

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

O Tollan (por vezes também grafado Tolan, por apropriação popular do nome) foi um porta-contentores inglês, que se afundou no Tejo, em frente ao Terreiro do Paço, em Lisboa, a 16 de Fevereiro de 1980, após ter colidido com o cargueiro sueco Barranduna.
O naufrágio ceifou a vida de 4 dos 16 tripulantes do navio, tendo a intervenção de mergulhadores nas buscas de salvamento nos dias que se seguiriam se revelado infrutífera.
Rodando ainda 180 graus, dois dias após o naufrágio, o Tollan viria a ficar encalhado com o casco vermelho voltado para cima, a alguns metros da margem, passando a ser um perigo para a navegação.
Tollan no Tejo - Imagens de autores desconhecidos

Tollan no Tejo
Tendo havido várias tentativas falhadas para o remover do local, tornou-se uma atracção turística, um verdadeiro monumento local e um símbolo de incompetência, dando origem a alcunhas (tinha o significado de "aquele que ninguém consegue virar" ou "o encalhado") e dando nome a cafés e restaurantes. 
Retirada do "Tollan"
Foi finalmente voltado e levado a 02 de Dezembro de 1983.
Pelo que nos foi informado, existe um Bar chamado "A Casa do Leme" que foi feito a partir de material retirado do Tollan. De certa forma o navio nunca nos deixou totalmente.

Imagens:
- Autores desconhecidos

1 comment

spyvspy aeon disse...

Sabes dizer onde é a "Casa do Leme"? Hoje no Ginjal de Cacilhas lembrei-me do Tollan mas nunca fiquei a saber o fim do mesmo. Foi surpresa saber que peças foram aproveitas para fazer um bar. Cmps

12 de setembro de 2010 às 23:01

Enviar um comentário