Igreja de S. Paio. (Cidade de Guimarães)

segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Antiga igreja de S. Paio com o aspecto que manteve até a sua demolição em 1912.
Imagem de grande dimensão clique para a ampliar
Em Maio de 1912 a Câmara de Guimarães obteve licença da Comissão Distrital de Braga para aplicar a verba remanescente da construção do mercado das Caldas das Taipas no aformoseamento do antigo largo de S. Paio, que carecia de ser alargado, por motivos de higiene pública. Para tanto, havia que proceder a algumas demolições. Em Maio de 1913, a Câmara decide pedir autorização ao Governo para demolir a igreja paroquial de S. Paio, passando a paróquia a ter sede na igreja de S. Domingos. O decreto que entrega à Câmara a paroquial de S. Paio foi publicado em Fevereiro de 1914. Em Março, foi tornada pública a assinatura da escritura de aquisição pela Câmara da igreja de S. Paio e a decisão de proceder à sua demolição. O Santíssimo Sacramento da paróquia de S. Paio seria transferido para S. Domingos no dia 15 de Abril de 1914, depois de concluída a missa das almas, às 6 horas da manhã. Levou grande acompanhamento de povo. A demolição da velha igreja de S. Paio, que já tinha começado em 1912, seguiria o seu curso, apesar de algumas críticas que a declaravam “vítima da República”.
Fotografia antiga, tirada a partir do Toural. Podemos localizar assim a antiga igreja de S. Paio
No edifício que aparece à direita, está hoje instalado o Café Milenário

Fontes:
- Elementos recebidos por mail
- CMG

0 comments

Enviar um comentário