Fonte do Bom Sucesso. (Porto)

quarta-feira, 30 de outubro de 2013

Fonte do Bom Sucesso em finais dos anos 50 do séc. XX
Já aqui abordamos em tempos, a Casa e Capela da Quinta do Bom Sucesso erguidas em 1748, por António de Almeida Saraiva, um abastado mercador do Largo de S. Domingos, para lhe servir como casa de férias, afastada da cidade.
Abordemos agora o pormenor da fonte de alvenaria de granito que integrava na altura o conjunto.
António de Almeida Saraiva mandou edificar o conjunto perto da ermida de N. Sra. do Bom Sucesso, já lá existente, que mandou entretanto mandou restaurar. 
FONTE DO BOM SUCESSO - PORMENOR
A casa estava inserida numa enorme quinta que ia de Agro Monte, pela viela do Friage (actual Rua Arquitecto Marques da Silva e que foi da Friagem) até ao Campo Alegre. Ao lado da ermida, construiu uma fonte onde numa lápide poderia ler:
“Foi mandada construir no ano de 1748, por António de Almeida Saraiva, Senhor da Quinta do mesmo nome, cuja água se prontificava a fornecer quando e na quantidade que muito bem lhe parecesse. É toda de pedra trabalhada e, em plano alto, ostenta uma pequena imagem de Nossa Senhora do Bom Sucesso resguardada num nicho com grade de ferro e, sob este, um golfinho a lançar água para uma taça conchada de granito.”
 Pormenor da fonte, com as habituais aguadeiras e um transeunte  
Quinta do Bom Sucesso (Casa, Capela e Fonte) Frederick William Flower, 1849-1859.
A Fonte do Bom Sucesso ainda existe. Pelo que nos foi dado a conhecer, encontra-se actualmente numa quinta que pertenceu à família Rocha Ferreira, na freguesia de Martim em Barcelos, local onde foi recolhida junto com mais algum património escultórico que a Quinta do Bom Sucesso possuía.  

Imagens:
- AMP
Frederick William Flower

0 comments

Publicar um comentário