O Tanoeiro.

sexta-feira, 25 de setembro de 2015

Tanoeiro, também designado por toneleiro, é um artesão dedicado ao fabrico de barris, pipas ou tonéis para embalar, conservar e transportar mercadorias, principalmente líquidos, como o vinho.
Os barris podem ser feitos de diversos tipos de madeira (carvalho, castanho, mogno, acácia ou eucalipto), mas são os de madeira de carvalho aqueles de melhor conserva. 
A madeira ideal para conservar bebidas é a proveniente de carvalhos que tenham aproximadamente 150 anos. Após o abate da árvore, a madeira deve ficar cerca de 3 anos a secar ao ar livre.
Fabricação de tonéis. Gravura de Jost Amman. Standebuch, 1568
Tanoeiros. Cliché de autor desconhecido
No norte de Portugal, durante séculos, gerações de tanoeiros dedicaram as suas vidas à arte da tanoaria, fazendo milhares de pipas, toneis e balseiros de madeira, usados para o transporte e envelhecimento do vinho do Porto. 
O conhecimento técnico era passado de geração em geração. Usavam como ferramentas várias enchós: a normal, a direita, a de goiva, a fechada e a de concha; serra e serrote; plaina de cavalete; compasso; trava de meia cana (para fazer o buraco da vasilha) e martelos.
Casa dos Almadas na Rua das Sete Passadas, freguesia de Santa Marinha
em Vila Nova de Gaia. Transporte de pipas. Emílio Biel c. 1905
Antigo barco rabelo carregado de pipas de vinho do Porto junto da Régua. BPI

0 comments

Enviar um comentário