O Estádio das Antas. (Futebol Clube do Porto)

quarta-feira, 28 de outubro de 2009

O Estádio do Futebol Clube do Porto, mais conhecido como Estádio das Antas, foi, como o nome indica, o estádio do Futebol Clube do Porto durante 52 anos. Foi substituído pelo Estádio do Dragão, inaugurado em 2003.

Imagens do Estádio em 1950, ainda estava em construção nesse ano. 
Clique na imagem para a ampliar
O Estádio em 1950... Na fotografia de cima podemos ver, na esquerda e um pouco atrás do Estádio, a actual Praça Sá Carneiro (antiga Praça de Velasquez) ainda desprovida de arvoredo e dos edifícios de apartamentos que a cercam.
Foi numa Assembleia Geral em 1933 que surgiu a proposta de construção de um novo estádio, já que o Campo da Constituição começava a revelar-se pequeno para o FC Porto. A proposta foi aprovada por unanimidade, mas só em 1937 começaram a ser tomadas medidas no sentido de concretizar o objectivo, com a criação de um empréstimo obrigacionista. Dez anos depois foi comprada uma área de 48.000 metros quadrados na zona das Antas, na parte leste da cidade do Porto. A primeira pedra foi lançada em acto simbólico em Dezembro de 1949, tendo a obra começado cerca de um mês depois.
Inauguração do Estádio em 1952
Clique nas imagens para as ampliar
Dois ângulos do mesmo evento...
José Bacelar, sócio nº1 do FC Porto na altura, pagou o salário do primeiro dia de trabalho a todos os operários. A solidariedade da população da cidade e da região para com o FC Porto ficou também marcada por dois cortejos de materiais, em que dezenas de camionetas, autocarros e furgonetas seguiram em cortejo para o estádio levando material de construção.

Ao longo do processo foi necessário comprar terrenos adjacentes aos originais, pois concluiu-se que 48.000 metros quadrados não seriam suficientes para o complexo desportivo que o FC Porto pretendia construir. Comprados os referidos terrenos, a área total ascendeu aos 63.220 metros quadrados. A capacidade original do estádio era de 44.000 espectadores, distribuídos por três bancadas - duas superiores e uma lateral. O lado leste do campo não tinha bancada, sendo chamado de Porta da Maratona.
No dia 28 de Maio de 1952 o Estádio do Futebol Clube do Porto foi inaugurado numa cerimónia pomposa que contou com a presença do General Craveiro Lopes, então presidente de Portugal. Urgel Horta presidia ao FC Porto na altura.

Uma magnifica imagem colorida! Uma vista aérea do Estádio das Antas e zona envolvente. Vale a pena aumentar a imagem (clicando na mesma) para observar com mais pormenor.
Nesta  imagem (a preto e branco), temos uma vista aérea do Estádio do Futebol Clube do Porto concluído em 1952, na zona das Antas. Já é visível também o campo de treinos.
Melhoramentos posteriores.
-1960 - inauguração da pista de ciclismo
-1962 - inauguração da iluminação artificial
-1976 - fecho da Porta da Maratona, ou seja, construção de uma bancada ao longo da lateral leste do campo, acrescida de um segundo anel - a arquibancada, que aumentou a capacidade do estádio para 65.000 lugares. estando apenas 30% da bancada encadeirada.
-16.12.1986 - a capacidade do estádio aumentou para 95.000 lugares! rebaixamento do campo - a bancada avança na direcção do campo, substituindo a pista de ciclismo e atletismo.
na década seguinte o estádio foi sendo gradualmente encadeirado - terminado o procedimento, a capacidade do estádio diminuiu para cerca de 55.000 lugares


Estádio das Antas, vista aérea do lado oposto, mas numa fotografia que se presume ser já dos inícios dos anos 80 (após vários melhoramentos do campo). Cliquem para a ampliar e apreciarem pormenores.

Imagem já recente do extinto Estádio das Antas, quando esta fotografia foi tirada vê-se claramente já existir a Via de Cintura Interna (VCI) que foi construída já na década de 90

Fontes e imagens:
- Arquivos do FCP
- AMP
- BPI (digitalização)
- Autores desconhecidos

0 comments

Enviar um comentário