O sinal de trânsito mais antigo da cidade de Lisboa.

sexta-feira, 27 de março de 2020

Placa de 1686
Podemos ainda vê-la, numa parede, na Rua do Salvador em Alfama.
Esta placa foi mandada afixar por Sua Majestade, o Rei D. Pedro II, no ano de 1686, para orientar os veículos de tracção animal, como caleches, coches, carros de bois ou carroças que passavam por esta estreita artéria.
Na realidade o Rei mandou colocar/afixar 24 sinais de trânsito, mas desses 24 apenas este sobreviveu até aos nossos dias.

Citando:

ANO DE 1686
SUA MAJESTADE ORDENA
QUE OS COCHES, SEGES
E LITEIRAS QUE
VIEREM DA PORTARIA
DO SALVADOR RECUEM
PARA A MESMA PARTE

Na prática, quem descia perdia a prioridade em relação a quem subia a artéria.
Esta rua, actualmente vista como uma simples e estreita travessa, entre a Rua das Escolas Gerais e a Rua de São Tomé, teve no entanto uma relevante importância há cerca de 400 anos atrás, quando era o veio de ligação entre as portas do Castelo de São Jorge e a Baixa.
Quem desobedecesse a estes sinais de trânsito, pagaria 2 mil cruzados de multa e corria o risco de ser  exilado para o Brasil.

1 comment

João Menéres disse...

Preciosa placa !
Esperemos que se mantenha por mais 400 anos.

Um abraço.

28 de março de 2020 às 00:06

Publicar um comentário